Os cristãos estão "do lado do Anticristo e de Satanás", afirma erudito muçulmano

A afirmação veiculada recentemente de que o Anticristo será islâmico irritou uma das personalidades mais influentes entre os intelectuais do Oriente Médio.

Adnan Oktar, que escreveu livros criacionistas islâmicos sob o pseudônimo de Harun Yahya, é um dos autores muçulmanos mais prolíficos do mundo, tendo mais de 250 livros lançados, traduzidos para 52 línguas. Ele comanda também um programa de TV visto por milhões de pessoas.

Ele veio a público essa semana na TV dizendo que, na verdade, são cristãos que estão “do lado do Anticristo e de Satanás”. Oktar diz-se contrariado com as notícias que ligam o “Mahdi” islâmico com o Anticristo bíblico.

O erudito atacou frontalmente Joel Richardson, autor cristão dos best-sellers “O Anticristo islâmico: A chocante realidade sobre a verdadeira natureza da besta” e “Besta do Oriente Médio: bases bíblicas para um anticristo islâmico”, ainda sem tradução para o português.

Richardson estabelece paralelos entre a atual ascensão do Islã na Turquia e a força nuclear do Irã com o surgimento do Anticristo.

“Esse evangélico está citando profecias dos Evangelhos… dizendo que a Turquia se tornará uma potência nos últimos dias. Este tal Joel… está sentado no colo do Anticristo e não está ciente disso. Os proponentes do Anticristo veem o sistema do Mahdi como o sistema do Anticristo… A tentativa cristã de ligar o Anticristo ao Mahdi é um dos sinais do fim dos tempos”.

Richardson disse para o site WND que a ascensão da Turquia como uma potência mundial é a confirmação de uma profecia bíblica. ”À medida que a administração Obama está apoiando abertamente o governo islâmico na Turquia e muitos eventos mundiais estão se cumprindo precisamos lembrar do que os profetas bíblicos falaram. Para aqueles que levam a sério o estudo da profecia bíblica e aguardam o retorno de Jesus, os eventos que se desenrolam agora na Turquia e na região nesses dias em que estamos vivendo é algo absolutamente claro”.

Segundo sua linha de interpretação, o Anticristo, seu império e sua religião virão do Oriente Médio e não a Europa, como geralmente é ensinado por muitos acadêmicos de teologia.

“Hoje, em todo o mundo islâmico, há um interesse renovado pelas muitas profecias islâmicas. Entre elas estão as previsões sobre a renovação do Califado Islâmico, a invasão de Israel, o estabelecimento do Califado especificamente na cidade de Jerusalém, o genocídio da maioria dos judeus na terra e também a segunda conquista de Constantinopla [atual Istambul]“, explica Richardson.

“Muitos turcos acreditam que a presente liderança islâmica da Turquia, o Partido AK, é o verdadeiro cumprimento desta profecia. Entre os eventos significativos que estão fazendo muitos muçulmanos acreditarem que estão vivendo um momento de cumprimento profético está a “Primavera árabe” ou atual “despertar islâmico”, como é comumente chamado em toda a região.

Estou firmemente convencido de que o Islã é o maior desafio da igreja terá de enfrentar antes da volta de Jesus, mas a maioria da igreja ainda está adormecida ou desconhece esse fato”, finaliza Richardson.

Oktar, por sua vez defende que os versos do Alcorão e ditos do profeta Maomé sobre o fim do mundo revelam que Jesus irá voltar em breve como um muçulmano. Ele irá ajudar o salvador do Islã, o Mahdi, a derrotar o Anticristo e estabelecer o Islã como religião dominante em todo o mundo.

Traduzido e adaptado de WND

via Os cristãos estão “do lado do Anticristo e de Satanás”, afirma erudito muçulmano.

Deixe uma resposta

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.