Chakra Sacro ou Sexual

Esse texto foi extraído do material didático Caderno I – Terapia Bioenergética, ministrado por Daniel Souza.

Chakra Sacro ou Sexual

Localizado no ventre, está relacionado à sexualidade. Devemos entender sexualidade como energia geradora, procriadora, perpetuadora e manifestadora do íntimo do ser. Através dele são trabalhadas questões da criatividade, tanto material (maternidade/paternidade), quanto psíquica (idéias, impulsos, atitude próativa).
Está ligado às glândulas sexuais, sendo os ovários nas mulheres e os testículos nos homens e também aos hormônios estrogênio e testosterona.
Todos os chakras vibram em diversas cores, porém, temos o laranja como predominante neste.

Problemas Físicos
– Disfunções sexuais
– Problemas no aparelho reprodutor
– Alergias e problemas de pele
– Dores musculares
– Hemorróidas
– Problemas com excesso de alimentação
– Problemas na bexiga
– Desordens menstruais

Problemas Psíquicos
– Rejeição
– Solidão
– Sensação de impotência
– Bloqueio das emoções e da criatividade
– Aversão à vida (em vários níveis)
– Não aceitação da maternidade/paternidade
– Dificuldades de realização
– Dificuldades em recomeçar

Ovários: São duas estruturas, uma de cada lado do corpo, situadas dentro da cavidade pélvica. São responsáveis pela produção dos óvulos, após a puberdade. Parte deles produzem os hormônios sexuais femininos, o estrogénio e a progesterona, responsáveis pelas características sexuais secundárias da mulher (desenvolvimento dos seios, deposição de gordura sobre as coxas e as nádegas, menstruação, etc.) e pela gestação, respectivamente.
Útero: Órgão no qual o óvulo fertilizado se fixa e se desenvolve até o nascimento do bebê. Mede cerca de 8 cm de comprimento, 4 cm de largura na sua parte superior e tem espessura de 2 cm. Durante a gravidez, esse tamanho é aumentado em diversas vezes.
Estrogênio: A produção desse hormônio começa na adolescência, quando é responsável pelo aparecimento dos sinais sexuais secundários na mulher, e vai até a menopausa. A falta de estrogênio causa as ondas de calor ou fogachos em aproximadamente 75 a 80 % das mulheres.
O estrógeno induz as células de muitos locais do organismo, a proliferar, isto é, a aumentar em número. Por exemplo, a musculatura lisa do útero aumenta tanto que o órgão, após a puberdade, chega a duplicar ou, mesmo, a triplicar de tamanho. O estrogênio também provoca o aumento da vagina e o desenvolvimento dos lábios que a circundam, faz o púbis se cobrir de pêlos, os quadris se alargarem e o estreito pélvico assumir a forma ovóide, em vez de afunilada como no homem; provoca o desenvolvimento das mamas e a proliferação dos seus elementos glandulares, e, finalmente, leva o tecido adiposo a concentrar-se, na mulher, em áreas como os quadris e coxas, dando-lhes o arredondamento típico do sexo.
Testículos: Os testículos são órgãos pares e ovóides. Após a puberdade produzem os espermatozóides e secretam hormônio, que é responsável pelas características sexuais masculinas secundárias (pêlos, voz grave, massa muscular, ejaculação, etc.).
Testosterona: é um hormônio esteróide produzida tanto nos homens quanto nas mulheres. Nos homens pelos testículos (os quais também produzem espermatozóides e uma série de outros hormônios que controlam o desenvolvimento normal e funcionamento), nos indivíduos do sexo feminino, pelos ovários, e, em pequena quantidade em ambos, também pelas glândulas supra-renais. Vale ressaltar que a síntese da testosterona é estimulada pela ação do LH (hormônio luteinizante), que por sua vez é produzido pela pituitária anterior (adenohipófise ou simplesmente hipófise).
A testosterona é responsável pelo desenvolvimento e manutenção das características masculinas normais, sendo também importante para a função sexual normal e o desempenho sexual. Apesar de ser encontrada em ambos os sexos, em média, o organismo de um adulto do sexo masculino produz cerca de vinte a trinta vezes mais a quantidade de testosterona que o organismo de um adulto do sexo feminino, tendo assim um papel determinante na diferenciação dos sexos na espécie humana.

As definições acima são parte de textos provenientes da Wikipedia (http://pt.wikipedia.org/wiki/Brasil)

Divulgue este material, porém, não se esqueça de citar a fonte ou associar esta página como origem. 

Deixe seu comentário!

Deixe uma resposta

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.